Nossa geração tem travado uma batalha pela Verdade

Nossa geração tem travado uma batalha pela Verdade

Estudos recentes do MIT comprovam que uma noticia falsa tem mais chances de ser repostada do que uma verdadeira. A descrição do bom e ruim, do certo e do errado não é uma luta recente, porém essa guerra se intensificou com a era das fake news. Por isso mais do que nunca precisamos de um batismo de discernimento.

Desde o gênesis da história pessoas passam por esse vale de distinguir o certo e errado. Quando aquela mulher quebrou o vaso de alabastro aos pés de Jesus, todos os discípulos julgaram a atitude como errada, pois acreditavam que o dinheiro da venda daquele nardo poderia ser dado aos pobres. Mas, Jesus retrata dizendo que a conduta dela foi correta e que aquela história seria contada de geração em geração.

Eva não foi conduzida para o lado ruim da árvore do conhecimento do bem e do mal, o texto diz -“Vendo ela, que o fruto da árvore, era bom para comer, tomou e o comeu”. O bom e o ruim não podem estar na nossa perspectiva, mas sim no propósito. O que nos aproxima de Deus, o que gera intimidade e nos coloca em nosso destino, isso sim é o BOM.

Não sacrificamos para sermos aceitos porque já fomos. Ainda que custe um perfume caro, uma crítica dos próprios discípulos e que na perspectiva humana pareça uma perda, tudo bem. Porque o certo para Deus muitas vezes é diferente do certo para os homens.

Deixe uma resposta