Renda-se

Renda-se

Quanto tempo passamos em dor sem entender que o caminho para resistir ao inimigo é estar rendido a Deus? Ainda acreditamos que sozinhos temos força suficiente para resistir ao Diabo, que temos autoridade sobre ele, que podemos fazê-lo se sujeitar aos nossos “limites”. Falamos para a nossa carne “até esse ponto eu consigo ir”, “vou fazer isso só desta vez”, “são só pensamentos, não serei capaz de fazer isso”. E assim, brincamos de testar nossos limites e por consequência, brincamos de testar os limites da autoridade do inimigo sobre a nossa vida, sobre a nossa história. O que ele quer? Um pequeno espaço em você para que ele possa crescer, e roubar a autoridade de Deus em você.

O que fazer então? Só expressa autoridade quem está coberto por uma autoridade superior. Então para resistir ao inimigo, você precisa primeiro sujeitar-se a Deus. Sujeitar-se ao Pai em todas as áreas da sua vida, e não somente naquelas que são confortáveis, evitando o confronto. Afinal, aonde há autoridade, há legalidade para agir. A quem você tem dado autoridade? A quem você tem dado legalidade para agir na sua vida? A tentação não terá força, se você estiver sujeito ao Senhor, pois a autoridade que te cobre é maior que todas.

O fato de você deixar uma área da sua vida, na qual você sabe que é mais fraco “adormecida”, não significa santidade, fuga não significa resistência ao Inimigo. Significa resistência ao agir de Deus em você!

Renda-se ao Pai, pois melhor é ser servo de Cristo do que escravo do Inimigo! Em Tiago 4:7 diz: “Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele fugirá de vocês.”

Não inverta a ordem! Sim, oferecer resistência ao inimigo é nossa responsabilidade, contudo a nossa primeira obrigação é sujeitar-se à autoridade do Pai. Pois só expressa autoridade quem está coberto por uma autoridade superior.

Deixe uma resposta